• Flickr Kenia AR
  • Instagram Kenia AR
  • LinkedIn Kenia AR

Fotografia

A fotografia como trabalho e expressão

Formada em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB), orientei meu trabalho para a fotografia e para o design gráfico.

  

Como fotojornalista, realizei reportagem fotográfica para as Nações Unidas (PNUD), União Europeia e Confederação Nacional de Municípios (CNM) no Brasil.  

 

Ministrei aulas de fotojornalismo para estudantes de licenciatura da Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas (Facitec). Realizei cursos particulares de introdução à fotografia e de edição e organização de arquivos fotográficos utilizando Adobe Lightroom. Também promovi passeios fotográficos em cenários naturais.

Desde 2008, tenho colaborado voluntariamente com o acervo de imagens do Wikimedia Commons com a fotografias de monumentos culturais.

Paralelamente, há 15 anos venho fotografando sítios arqueológicos e lugares sagrados da Humanidade. Este projeto, recebe o título de Arqueologia do Sagrado e é uma iniciativa independente, realizada com recursos próprios. Entre os diversos sítios que integram esta coleção fotográfica estão Machu Picchu, Tiwanaku, Ilha de Páscoa, e Petra, bem como templos no Egito e na Grécia e monumentos megalíticos.

Com o intuito de me preparar para fotografar territórios de Palestina e de Israel, precisamente os lugares associadas à história de Jesus, fiz uma pós-graduação em Cristianismo Antigo, também pela UnB (2011).

Realizei exposições fotográficas na África do Sul, na França, em Portugal e em diversas cidades do Brasil. Ainda no Brasil, contriubuí com curadoria de concurso e de exposição fotográfica em nível nacional, ambos organizados pela Organização Internacional Nova Acrópole, com sede em Brasília.

Mudei-me para Paris em 2014, onde cursei licenciatura em História da Arte e Arqueologia pela Sorbonne Paris IV. 

Em 2017, uma de minhas fotografias foi escolhida para integrar a exposição 'Os 17 objetivos para transformar o Mundo’, que aconteceu em plena Avenida Paulista, São Paulo, Brasil.

Atualmente, sediada em Tomar, sigo meus estudos de mestrado pelo Instituto Politécnico de Tomar (IPT). A tese trata da relação entre a fotografia e a arqueologia. A ideia é refletir sobre o imaginário histórico provocado pelas fotografias de arte rupestre feitas no início do século XX. Este estudo será realizado em sítios arqueológicos e arquivos fotográficos na região da Galícia, em Espanha.

​Este ano, concluí Residência Fotográfica em Portugal sobre a produção e bastidores da Festa dos Tabuleiros. Este trabalhou durou 4 meses e resultou na exposição fotográfica ‘A Festa, o saber e o gesto’ que fica até 31 de outubro em cartaz na Casa dos Cubos, em Tomar. Algumas das fotografias integram a documentação de candidatura deste evento à patrimônio imaterial de Portugal, que será depositada oficialmente em agosto próximo.

* * *

[ Página atualizada em 19 de julho de 2019 ]